cientista usando espectrofotômetro

Espectrofotômetro

materiais ER Analítica

Uma breve explicação sobre Espectrofotômetro

No universo das medições e análises, existem equipamentos que fazem toda a diferença para a obtenção de dados confiáveis. Um deles é o espectrofotômetro, equipamento que ajuda a medir a energia absorvida por uma amostra, comparando-a com medidas padrão. 

Apesar do nome complicado, o aparelho é essencial no ambiente de pesquisa, pois permite que a quantificação e concentração da energia armazenada em diferentes soluções, técnica utiliza em áreas como a bioquímica, de análises clínicas, biologia molecular, dentre outros. 

Seu funcionamento, assim como o conceito do instrumento, é bastante simples, conforme explicaremos nos parágrafos abaixo. 

Como funciona

Para entendermos como funciona um espectrofotômetro é preciso que voltemos aos bancos da escola, para compreendermos o funcionamento da luz, essencial no uso do aparelho. 

Bem, como sabemos, a luz pode ser considerada como uma forma de radiação eletromagnética. Quanto mais radiação incidir sobre uma amostra, maior a quantidade de energia que incidirá no composto químico onde a luz será depositada. 

Outro contexto que precisamos ficar atentos para entender o funcionamento de um espectrofotômetro é a absorbância, conceito que se refere à quantidade de luz que é absorvida. A transmitância, ou parte da luz que é transmitida também deve permanecer em nosso radar. 

Isso porque, para que funcione adequadamente, o espectrofotômetro precisa produzir luz monocromática (aquela com um único comprimento de onda) e precisa detectar a quantidade de luz absorvida no comprimento de onda, informação que será passada para um computador ou leitor digital. 

Componentes integrantes do espectrofotômetro

Para que tenha o funcionamento desejado, o espectrofotômetro necessita de alguns componentes, como a fonte de luz, o monocromador, o detector, a amostra e a cubeta. 

Tipos de Espectrofotômetros

Assim como todos os instrumentos utilizados em laboratórios, o espectrofotômetro possui diferentes tipos, que se adaptam às necessidades de pesquisa. Veja abaixo alguns deles. 

UV-Visível

Esse aparelho mede a intensidade de absorção da luz ultravioleta e visível que atravessa a amostra. Encontrado com mais frequência em laboratórios, atendendo às necessidades de pesquisa nestes locais. 

Infravermelho

É capaz de medir numericamente a quantidade de luz infravermelha absorvida. Para que funcione, o aparelho necessita de uma fonte deste tipo de luz contínua e um transdutor infravermelho sensível. 

O mesmo é mais utilizado em determinações quantitativas e qualitativas de espécies moleculares, além de realizar a análises da estrutura de espécies orgânicas e bioquímicas. 

Absorção atômica

Usamos o equipamento para análises qualitativa de elementos metálicos em solução e mede a absorção da intensidade da radiação eletromagnética de uma luz primária, por átomos em seu estado fundamental. Bastante específico. 

Para conseguir essa medida, o aparelho é composto por uma fonte de atomização, um conjunto monocromador, detector e processador. A atomização utilizada no processo de análise pode ser feita em chama, por meio de vapor a frio ou, ainda me forno de grafite. 

Como usá-lo?

Embora as definições do instrumento pareçam um pouco complicadas, seu uso é bastante simples. É necessário selecionar o comprimento de onda adequado para a análise, definir o parâmetro desejado como resultado e fazer uma primeira leitura em uma amostra padrão. Em seguida, é preciso apenas analisar a amostra que se deseja e obter os resultados. 

Garanta seus Resultados

Para garantir a melhor performance de seu equipamento e de suas análises solicite a calibração de seu espectrofotômetro.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Posts Recentes

Calibração de termômetros acreditada pela CGCRE
Calibração
Ingrid Ferreira Costa

Desvendando os Certificados de Calibração

O certificado de calibração é um documento emitido por laboratórios e entidades de calibração credenciadas que comprova a conformidade de um instrumento ou equipamento com padrões estabelecidos. A leitura e análise detalhada dos certificados de calibração são etapas cruciais para garantir a confiabilidade e rastreabilidade das medições realizadas por instrumentos e equipamentos. Saiba mais neste artigo!

Leia Mais
Calibração de bureta
Sem categoria
Ingrid Ferreira Costa

Entenda como a Calibração em Volume pode salvar seus Experimentos Científicos

A calibração em volume é crucial para garantir a precisão e confiabilidade das medições de líquidos em experimentos científicos e análises laboratoriais. Portanto, é importante entender o conceito de calibração em volume e como calibrar pipetas, buretas e outras vidrarias para obter resultados precisos e confiáveis.

Leia Mais
instrumentos calibração de câmaras climáticas
Calibração
ERanalitica

Calibração de Câmaras Climáticas

Segundo a ABNT NBR 12550, as câmaras climáticas são: câmara ou espaço fechado em que a temperatura interna pode ser controlada dentro de limites especificados.

E como é feita a calibração destes equipamentos?

Leia Mais
plugins premium WordPress