Manutenção Preventiva de Espectrofotômetros: Tudo que você precisa saber sobre o assunto.

Ficar com equipamento parado bem no momento que você precisa realizar sua análise não é nem um pouco agradável. Mas, para evitar essa dor de cabeça existe a manutenção preventiva de espectrofotômetro!

A manutenção preventiva do espectrofotômetro é fundamental para evitar surpresas durante seu dia de trabalho e gastos mais elevados com o equipamento. Devido a isso, é importante que você faça revisões periódicas do seu instrumento de medição, para que ele possa apresentar sempre os resultados mais confiáveis e assim garantir um bom nível de qualidade em seus processos.

Mas não se preocupe! Neste post explicaremos um pouco mais como é feito o processo de manutenção! Confira.

Quando fazer a manutenção preventiva do seu espectrofotômetro?

Geralmente a manutenção preventiva de um equipamento deve ser feita anualmente. Realiza-se a manutenção para evitar a quebra do equipamento ou de seus componentes, esse processo não visa consertar os espectrofotômetros, por outro lado, as intervenções corretivas sim.

É importante enfatizar que a manutenção do Espectrofotômetro custa menos que 1,5% do valor total de um equipamento novo, ou seja, fazer a manutenção periodicamente aumentará a vida útil do instrumento e evitará paradas inesperadas que possam gerar manutenções corretivas (que consequentemente são mais caras).

materiais ER Analítica

O que é feito na manutenção preventiva de um espectrofotômetro?

Todo Espectrofotômetro possui um monocromador, que é composto por lâmpadas, espelhos, grades de difração ou prismas e filtros ópticos, dito isso, realiza-se a limpeza de todo este conjunto, fazendo com que chegue na amostra a melhor e maior quantidade de luz possível. Dessa forma fica claro que o uso do equipamento sem a manutenção, pode danificar um desses itens e fazer com que o espectrofotômetro leia erroneamente ou pare de funcionar.

Dito isso, a manutenção do espectrofotômetro contempla:

  • Limpeza interna e externa;
  • Teste de desempenho;
  • Verificação do conjunto ópitoco (espelhos, detectores, conjunto de filtros, lentes, grade de difração e lâmpada);
  • Inspeção visual dos circuitos elétricos;
  • Ajuste de leitura.

Importância da manutenção preventiva?

A manutenção preventiva do equipamento garante a confiabilidade do processo e a melhora de seus resultados. O item 2.8.8 da página 7 da NBR 5462 define Manutenção Preventiva como: manutenção efetuada em intervalos predeterminados, ou de acordo com critérios prescritos, destinada a reduzir a probabilidade de falha ou degradação do funcionamento de um item.

Segundo o item 6.4.3 da ISO 17025:2017 é indicado que além da calibração o laboratório deve planejar manutenções periódicas para os de seus instrumentos de medição a fim de assegurar seu funcionamento correto e evitar deterioração.

Garanta a confiabilidade de seus processos.

Por fim, a manutenção preventiva do espectrofotômetro evita a quebra do equipamento e dessa maneira aumenta sua disponibilidade. Equipamentos indisponíveis podem afetar as análises, produção ou funcionamento de qualquer empresa, resultando em maiores gastos.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Posts Recentes

Calibração de Nitrato e amônia.
Calibração
ERanalitica

O que é calibração?

A calibração é um processo fundamental para garantir a precisão e confiabilidade das medições em diversas áreas, desde a indústria alimentícia até a produção de medicamentos, qualidade da água etc.

Leia Mais
Calibração de termômetros acreditada pela CGCRE
Calibração
Ingrid Ferreira Costa

Desvendando os Certificados de Calibração

O certificado de calibração é um documento emitido por laboratórios e entidades de calibração credenciadas que comprova a conformidade de um instrumento ou equipamento com padrões estabelecidos. A leitura e análise detalhada dos certificados de calibração são etapas cruciais para garantir a confiabilidade e rastreabilidade das medições realizadas por instrumentos e equipamentos. Saiba mais neste artigo!

Leia Mais
plugins premium WordPress